A ESCOLA FAZ CURRÍCULO. NOTA SOBRE ESCOLAS QUE INOVAM EM TEMPO DE BNCC

  • Isabel Maria Sabino de Farias Universidade Estadual do Ceará-UECE
  • Valdriano Ferreira do Nascimento, Prof. Me. Universidade Estadual do Ceará-UECE https://orcid.org/0000-0002-2788-0795
  • Patrícia Almeida Moura, Prof. Me. Escola Municipal Governador Roberto Santos - GRE Cabula
Palavras-chave: Currículo. Escola básica. Prática inovadora.

Resumo

Este artigo aborda a constituição do currículo produzido na perspectiva de sua invenção na prática pedagógica dos professores da Escola Básica. Busca analisá-lo meio ao movimento de reforma curricular experimentado a partir das regulamentações previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  Esta análise se fundamenta no ideário epistemológico de autores que tratam do currículo como praticado, vívido e inventado considerando o contexto social em que se inserem os sujeitos de sua ação, com destaque em Certeau (1994), Alves (2017) e Ferraço (2016). O estudo aponta que a instituição educativa deve inovar, propiciando um ambiente de aprendizagens significativas, pensando e repensando sua prática curricular, direcionada para uma ação coletiva em que os sujeitos praticantes assumam na essência de seus saberesfazeres,o olhar diagnóstico e pró-ativo de seus problemas, levando-os  ao planejamento e prospecção de soluções da problemática cotidiana, mediada por processos integrados das ações desenvolvidas por professores e alunos.

Biografia do Autor

Valdriano Ferreira do Nascimento, Prof. Me., Universidade Estadual do Ceará-UECE

Graduado em Pedagogia, História e Geografia. Mestre em Educação (UECE). Cursando Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação da UECE. Docente do curso de graduação em Pedagogia da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano Matos (FAFIDAM/UECE). Integrante do grupo de pesquisa Educação, Cultura Escolar e Sociedade (EDUCAS).

Patrícia Almeida Moura, Prof. Me., Escola Municipal Governador Roberto Santos - GRE Cabula

Pedagoga (UFPI). Especialista em Ensino e em Supervisão Escolar pelo Instituto Múltiplo e em Políticas Públicas de Gênero e Raça (UFPI). Mestre em Educação (UNEB/GESTEC). Membro do grupo de pesquisa em Geotecnologias, Educação e Contemporaneidade (GEOTEC). Professora da Rede Municipal de Educação de Salvador. Atualmente atua como Coordenadora Pedagógica do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Salvador, com lotação na Escola Municipal Governador Roberto Santos - GRE Cabula.

Publicado
12/08/2019