A ADAPTAÇÃO TEATRAL DA OBRA O MÁGICO DE OZ:

UM RELATO DE EXPERIÊNCIA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

  • Priscila Sandra Ramos de Lima SEDUC/CE
Palavras-chave: Letramento Literário. Ensino de leitura. Gêneros orais. Ensino de língua materna.

Resumo

Este artigo apresenta um relato de experiência resultante de uma ação pedagógica efetuada em uma escola pública estadual localizada no município cearense de Maracanaú. Tivemos como objetivo apresentar considerações sobre a nossa trajetória no trabalho de orientação de uma turma do segundo ano do Ensino Médio, na realização do projeto de adaptação teatral da obra O Mágico de Oz, do escritor americano Lyman Frank Baum, publicada em 1900, apresentado no sarau literário da escola, em novembro de 2018. Como aporte teórico dessa prática, utilizamos os estudos do letramento literário de Cosson (2018), reflexões acerca da pedagogia da autonomia postulada por Freire (2014), reflexões de Bakhtin (2003), entre outros autores. Concluímos que, a partir da sequenciação didática formulada, os alunos desenvolveram habilidades de apreciação/compreensão do texto literário, bem como de organização do gênero teatro. Os alunos, além disso, demostraram interesse, empenho e engajamento na execução das atividades, colocando em prática a autonomia, a capacidade de conviver, trabalhar em equipe, assumir responsabilidades, refletir, dialogar, entre outras competências. A partir disso, percebemos que o projeto foi significativo no processo de aprendizagem e desenvolvimento de práticas de leitura, oralidade e escrita desses adolescentes.

Biografia do Autor

Priscila Sandra Ramos de Lima, SEDUC/CE

Mestra em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC) 2019. Especialista em Ensino de Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) 2018. Graduada em Letras/Inglês Licenciatura pela Universidade Estadual do Ceará (UECE) 2014. Professora efetiva de Língua Inglesa da Secretaria de Educação do Governo do Estado do Ceará (SEDUC/CE).

Referências

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução de Maria Ermantina Galvão G. Pereira. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAUM, L. F. O Mágico de Oz. Cotia: Pé da Letra, 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais: 3º e 4º ciclos do Ensino Fundamental: Língua Portuguesa. Brasília/DF: MEC/SEF, 1997.

COELHO, M. A. Teatro na escola: uma possibilidade de educação efetiva. Polêmica, Rio de Janeiro, v. 13. n. 2, 2014. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2019.

COSSON, R. Letramento Literário: teoria e prática. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2018.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

FÁVERO, L. L.; ANDRADE, M. L. C. V. O.; AQUINO, Z. G. O. Oralidade e escrita: perspectivas para o ensino de língua materna. São Paulo: Cortez, 2007.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 48. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

JAPIASSU, R. Jogos teatrais na escola pública. Revista Faculdade de Educação, v.24, n.2, São Paulo, 1998. Disponível em: . Acesso em: 02 dez. 2019.

KOUDELA, I. Abordagens metodológicas do teatro na educação. Revista Científica, São Luís, v.3, n.2, 2005. Disponível em: . Acesso em: 02 dez. 2019.

LEFFA, V. J. Interpretar não é compreender: um estudo preliminar sobre a interpretação de texto. In: LEFFA, V. J.; ERNST, A. (Org.). Linguagens: metodologia de ensino e pesquisa. Pelotas: Educat, 2012, p. 253-269.

MATUSOV, E. Journey into dialogic pedagogy. New York: Nova Science Publishers, 2009.

MINAYO, M. C. S. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes Limitada, 1994.

OLIVEIRA, M. E. de; STOLTZ, T. Teatro na escola: considerações a partir de Vygotsky. Educar, Curitiba, n. 36, 2010. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2020.

SANFELICE, D.; MEINERZ, A. O teatro como ferramenta pedagógica no ensino integrado ao médio: uma experiência no IFRS campus Osório. TEAR: Revista de Educação, Ciência e Tecnologia, Canoas, v.6, n.2, 2017. Disponível em: . Acesso em: 08 jan. 2020.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Tradução e organização de Roxane Rojo Glaís Sales Cordeiro. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007.

SILVA, F. G.; RADIC, L. M. R.; SILVA, M. G. da; FONSECA, P. M. Saraus contemporâneos: a importância dos saraus como espaço político de socialização. Cadernos CESPUC, Belo Horizonte, n. 29, 2016. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2020.
Publicado
26/04/2021