TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS

DA SÍNTESE CONCEITUAL À MEDIAÇÃO DA APRENDIZAGEM

  • Rita de Fátima Muniz Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Sheila Maria Muniz Prefeitura Municipal de Jijoca de Jericoacoara, Ceará.
  • Adriana Eufrásio Braga Universidade Federal do Ceará (UFC)
Palavras-chave: Tendências pedagógicas;, Práticas pedagógicas significativas, Coerência epistemológica

Resumo

Este artigo apresenta brevemente os princípios epistemológicos das tendências pedagógicas e retrata como ocorreu a aprendizagem das mesmas numa turma de pós-graduação. Objetiva, então, sensibilizar quanto à adoção de práticas pedagógicas significativas. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, embasada em Libâneo (1990, 2006), Perrenoud, (1999),Luckesi (1994), entre outros, e resulta da experiência vivenciada durante a disciplina de Didática do Ensino Superior, cursada em 2019. Evidenciou que a postura docente foi o diferencial e que houve, portanto, coerência epistemológica, ou seja, a projeção entre o que se diz e o que se faz.

Palavras-chave: Tendências pedagógicas; Práticas pedagógicas significativas; Coerência epistemológica.

Referências

ALMEIDA, H. M.. A didática no ensino superior: práticas e desafios. Estação Científica - Juiz de Fora, nº 14, julho – dezembro / 2015.
CRUZ, Giseli Barreto da.Rev. bras. Estud. pedagog., Brasília, v. 98, n. 250, p. 672-689, set./dez. 2017.
FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido, 17ª. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1987.
GimenoSacristán, J. A educaçãoobrigatória: seu sentido educativo e social. Porto Alegre: ARTMEDEditora Ltda, 2001.
Giroux, Henry. Pedagogia radical: subsídios. São Paulo: Cortez: Autores Associados, 1983.
LIBÂNEO, José Carlos. Democratização da Escola Pública – a pedagogia crítico-social dos conteúdos,21ª.ed. São Paulo: Loyola, 2006.
LUCKESI, Cipriano Carlos. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994.
PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência à regulação das aprendizagens. Porto Alegre: Artmed, 1999.
SILVA, D.B. As principais tendências pedagógicas na prática escolar brasileira e seus pressupostos de aprendizagem. Disponível em: . Acesso em 31 mai.2019.
Publicado
14/12/2020